COMPRE 3, PAGUE 2 em todos os nossos produtos! Até 33% de desconto, use o código voucher CIBDOL3

Concentração

A concentração é um conceito fascinante, ainda para mais quando o objeto da nossa concentração difere amplamente. Quer seja jogar, estudar, ou adiantar o trabalho, uma melhoria da concentração é o culminar da nossa memória, foco e tempo de reação. Continue a ler para descobrir tudo o que precisa saber sobre a concentração e, acima de tudo, como melhorar a concentração.

O que significa a concentração?

O que significa a concentração?

O objeto da sua concentração difere dos demais, mas o princípio permanece igual — "concentrar-se é o ato de focar o seu interesse ou atividade em algo". Esse algo pode ser o trabalho, pode ser jogar, pode ser estudar ou inclusive as tarefas do lar. Seja o que for o seu "algo", a concentração ajuda a sua mente a dedicar toda a sua atenção à tarefa em mãos.

Mas o que acontece quando uma função, que muitas vezes temos como garantida, não funciona? Quando precisa de concentrar-se e não consegue, quais são as opções? Infelizmente, não há resoluções rápidas para a concentração. Há uma série de melhorias a curto prazo sob a forma de suplementos, mas estes não substituem uma abordagem a uma dieta, exercício e sono equilibrados.

Porque é que não me consigo concentrar?

A incapacidade de concentrar-se pode ser desastrosa, particularmente se estiver sob pressão para concluir uma tarefa ou atividade. No entanto, a má concentração é algo que ocorre mais do que gostaríamos, particularmente nos dias de hoje.

Para concentrarmo-nos, precisamos de dar toda a nossa atenção a uma tarefa, mas quando contabilizamos o stresse do trabalho, uma dieta desequilibrada, um estilo de vida cada vez mais sedentário e sono inadequado, concentrarmo-nos pode tornar-se praticamente impossível. Na maioria das vezes, uma incapacidade para nos concentrarmos deriva de termos algo em demasia ou em escassez, por exemplo:

Álcool

Embora não surpreenda ninguém, o consumo de álcool em excesso é um contribuir significativo para uma escassez de concentração. De facto, a influência do álcool faz tudo o que consegue para perturbar a concentração, bloqueando sinais químicos no cérebro, tornando cada vez mais difícil regularmente o comportamento social ou exercer um julgamento são e racional.

Fumar

Embora algumas pessoas acreditem que fumar pode ajudá-las a concentrarem-se, pelo menos a curto prazo, esta é uma abordagem falaciosa. O impulso quase imediato do humor e da concentração desvanece-se rapidamente, transformando-se em irritabilidade, ansiedade e um desejo profundo por nicotina. Esse anseio assume rapidamente o controlo sobre o raciocínio lógico, interrompendo a nossa capacidade de nos concentrarmos.

Distrações

Infelizmente, na era moderna, a sobrecarga de informação é um motivo comum para a má concentração. Embora muitos percebam a capacidade para realizar múltiplas tarefas como algo desejável, o nosso cérebro tem um limite quanto ao número de tarefas com as quais consegue lidar eficazmente — sendo que a palavra-chave aqui é mesmo "eficazmente".

Trabalhar numa tarefa antes de pararmos rapidamente para consultar os e-mails é um cenário típico, mas provavelmente já reparou que precisa de vários minutos antes de voltar novamente aos eixos. É por este motivo que inclusive a mais pequena distração pode interromper a capacidade de concentração do nosso cérebro. Todo o tempo que é gasto para nos voltarmos a concentrar não tardará a acumular-se, ainda que não pareça ter sido desperdiçado no momento.

Alternativamente, esforçar-se para concentrar-se também pode dever-se ao facto de não estar a usufruir devidamente de algo que precisa, tal como:

Dieta

A sua mente e corpo precisam de corrigir a nutrição para sentir-se no seu melhor. Caso não alimente a sua mente com aquilo que esta precisa para funcionar, então não há esperança de concentrar-se quando precisar. Uma dieta equilibrada é tipicamente a melhor abordagem.

Também pode tentar suplementar o seu corpo com vitaminas, minerais e compostos específicos para preencher as lacunas na sua nutrição e, por conseguinte, apoiar a concentração — aprofundaremos este tema detalhadamente mais adiante.

Exercício

O exercício, especificamente a falta deste, tem um impacto significativo sobre o quão bem nos conseguimos concentrar. A atividade física regular reforça os níveis naturais de dopamina, norepinefrina e serotonina do corpo. Todas as três hormonas desempenham um papel crucial na concentração e na atenção, por conseguinte, é imperativo manter o nosso corpo em movimento para beneficiarmos dos seus efeitos cognitivos.

Também há evidências que sugerem que o exercício aeróbico aumenta o tamanho do nosso hipocampo — a parte do cérebro diretamente associada à memória e à aprendizagem. Resumindo, a ausência ou escassez de movimentos garante uma interrupção da nossa concentração.

Sono

A privação do sono é um contribuinte bem documentado para a má concentração. Não só pode prejudicar o julgamento, mas uma escassez de sono torna muito mais difícil prestar atenção e realizar tarefas que requerem raciocínio lógico.

Durante o sono sereno, a mente recupera dos eventos do dia, gerando novas sinapses e processando os pensamentos e as emoções. Sem estes processos cruciais, a concentração em tarefas complexas é significativamente mais difícil e leva a uma sensação demasiado comum — confusão mental.

Como melhorar a concentração

Se não tiver a certeza por onde começar para melhorar a concentração, há dezenas de atividades simples e vários suplementos que podem ajudar a otimizar a performance mental. É importante observar que não há um exercício ou suplemento por si só que melhorará a performance cognitiva.

Ao invés, melhorar a concentração trata de decompor o conceito em três áreas principais: memória, concentração e tempo de reação. Concentrar-se na área com a qual tem maior dificuldade em fazê-lo pode apoiar diretamente a capacidade de concentrar-se — não se esqueça apenas de comer bem e de dormir o suficiente também.

Como melhorar a memória

Se procura melhorar a sua memória, a boa notícia é que há inúmeras atividades que pode experimentar. Pode realizar a maioria em minutos, mas a chave é a consistência.

Meditação e atenção plena

Meditação e atenção plena

Embora as duas práticas sejam similares, há algumas diferenças cruciais. A meditação é mais um processo físico que utiliza técnicas de respiração e de relaxamento específicas. Embora a atenção plena inclua a respiração controlada, esta é um processo mais fluido à medida que tenta centrar os seus pensamentos e desenvolver a consciência.

Independentemente da que escolher — meditação ou atenção plena — crê-se que ambas ajudam a melhorar a performance da memória e a memória de trabalho espacial (a capacidade de manter e de processar a informação e de reduzir o declínio da memória relacionado com o envelhecimento).

Vitamina D

A vitamina D está associada a dezenas de funções em todo o corpo, e uma deficiência pode levar rapidamente a problemas de saúde debilitantes. No caso da concentração, uma escassez de vitamina D pode provocar um declínio nas capacidades cognitivas, o qual também se agrava à medida que envelhecemos.

Felizmente, é simples reabastecer os níveis de vitamina D do seu corpo. O método mais direto é passar mais tempo ao ar livre (em segurança, como é óbvio). O nosso corpo utiliza a luz natural do sol para produzir vitamina D e, para a maioria das pessoas, isto é mais do que suficiente.

No entanto, se vive num clima onde é difícil passar tempo ao ar livre, também pode experimentar o óleo de peixe, a carne vermelha, ovos, ou suplementos de vitamina D especialmente formulados.

Como melhorar o foco

Como melhorar o foco

A segunda paragem na nossa jornada para melhorar a concentração é o foco. O foco desempenha um papel considerável no quão bem nos conseguimos concentrar, particularmente quando enfrentamos prazos de trabalho apertados ou quando nos encontramos a meio de um exame.

Treino do cérebro

Para melhorar o "esforço mental" que pode direcionar para uma tarefa, tem de pensar no foco como um músculo. E, tal como todos os músculos, pode treinar o seu foco para tornar-se mais forte e durar mais tempo.

Uma forma divertida e simples de melhorar o foco são os jogos que requerem pensamento complexo, tais como o sudoku, xadrez e jogos de memória. Estes tipos de atividades fazem maravilhas para a nossa atenção e são adequadas tanto para crianças quanto para adultos.

Dieta e suplementos

Se precisa de um reforço a curto prazo para a concentração, alguns alimentos e suplementos podem ajudar. A cafeína é a escolha mais comum, mas os suplementos que contêm vitamina K, extrato de semente de guaraná e ácidos gordos ómega 3 também podem ajudar.

Antes de decidir sobre qual o suplemento a tomar, deve corresponder os benefícios com o seu estilo de vida atual. Caso tenha dúvidas, fale com o seu médico.

Como melhorar o tempo de reação

O terceiro e último fator da concentração é o tempo de reação. A melhoria do tempo de reação faz com que seja mais fácil alternarmos entre tarefas caso fiquemos distraídos, suporta a nossa capacidade de raciocínio no imediato e melhora a nossa performance nos jogos ou desportos.

Técnicas de aquecimento

As reações rápidas dependem quer da rapidez mental como da física. O aquecimento é essencial para melhorar a nossas reações por um simples motivo — calor. O calor permite que os átomos se movam mais rapidamente, traduzindo-se em tempos de reação mais rápidos das células.

Comece por mover as suas mãos, imitando os movimento que planeia fazer, ou aqueça-as segurando uma chávena de chá ou de café. Parece bastante simples, mas caso alguma vez tenha tentado realizar trabalho delicado ou preciso com as suas mãos quando estas estão frias, compreenderá quão impactante é o calor.

Praticar

Melhorar o nosso tempo de reação resume-se em última instância à prática — não há truques para as reações rápidas. No entanto, não deve praticar apenas os mesmos movimentos, uma e outra vez.

A nossa resposta de reação é igual à parte física e mental, por conseguinte, experimente expor-se a vários estímulos. Enfrentar situações novas ou únicas ajudará com os tempos de reação mentais, aumentando lentamente a sua capacidade de agir por impulso.

O CBD pode ajudá-lo a concentrar-se?

O CBD pode ajudá-lo a concentrar-se?

Os suplementos são uma escolha comum para melhorar a concentração, mas de todas as opções no mercado, o que pode fazer o CBD para ajudar?

Primeiro, debrucemo-nos rapidamente sobre o que é o CBD e como influencia o corpo. Extraído do cânhamo, o CBD é um suplemento 100% natural mais comummente consumido como um óleo. Não o fará ficar mocado e é bem tolerado pelos humanos, mas a ausência de toxicidade é o seu benefício mais significativo. Aquilo que faz com que o CBD se destaque é a sua ampla influência na mente e no corpo.

O CBD interage com recetores especiais espalhados por todo o nosso corpo, espoletando alterações biológicas que contribuem para um estado homeostático. Para concentrarmo-nos corretamente, precisamos de um corpo que esteja a carburar em pleno, por conseguinte, o CBD poderá fornecer um reforço muito necessário.

No entanto, o impacto proposto do CBD na concentração não é tão direto quanto soa. Ao invés, a molécula aparenta apoiar o corpo em termos gerais, ao invés de melhorar áreas especificamente associadas à concentração. Felizmente, a forma de pensarmos e como nos sentimos influencia a nossa capacidade de nos concentrarmos, por conseguinte, o efeito do CBD sobre o humor, a dor, o apetite e o sono poderá comprovar ser crucial na melhoria da concentração.

O CBD melhora a memória?

A mente é um organismo completo, fazendo com que seja difícil para os investigadores darem uma resposta definitiva sobre a eficácia do CBD. No entanto, há alguns resultados encorajadores de estudos pré-clínicos e com modelos animais.

A grande parte destes estudos aponta para o mesmo mecanismo — neurogénese. Crê-se que o CBD promova a neurogénese, o meio que o nosso corpo tem de desenvolver neurónios. Embora seja verdade que a neurogénese ocorre naturalmente, o processo deteriora-se à medida que envelhecemos, e quaisquer reforços representam benefícios significativos. Uma escassez de novos neurónios aumenta o risco de doenças cognitivas como a doença de Alzheimer e défices na memória de reconhecimento social.

Dado o quão sofisticada é a função do nosso cérebro — particularmente a memória — ainda há muitas variáveis a examinar. Felizmente, a investigação é contínua, com muitos cientistas focados em como o CBD pode ajudar a aliviar doenças cognitivas como a esquizofrenia, a doença de Alzheimer e a isquemia do cérebro.

Resumindo — a melhoria da sua performance mental tem tudo a ver com o equilíbrio

A melhoria da sua performance mental tem tudo a ver com o equilíbrio

Não há quaisquer atalhos para melhorar a performance mental, quer seja a concentração, a memória ou as reações. Manter-se focado numa tarefa em mãos é uma competência por si só, mas é uma competência que simples alterações do estilo de vida podem apoiar diretamente.

Comer bem, manter-se hidratado e dormir o suficiente — embora pareçam muito simples, todas estas atividades têm um impacto dramático na nossa capacidade de nos concentrarmos. Se, contudo, for demasiado difícil equilibrar estes três elementos, é aí que os suplementos podem fornecer um reforço de curto prazo à concentração. Lembre-se, eles nunca devem substituir um estilo de vida ativo e equilibrado, mas estão lá para ajudar quando mais precisa.

A confusão mental e uma escassez de concentração são de certa forma incómodos indesejáveis na sociedade moderna, mas estes não tem de impedi-lo de fazer aquilo que adora, ou aquilo que tem simplesmente de ser feito. Quer seja jogar, praticar desporto, concluir um projeto no trabalho ou estudar, haverão sempre alturas em que a concentração é da máxima importância — é aqui que as simples alterações do estilo de vida podem fazer uma diferença brutal!

Perguntas Frequentes

Os suplementos conseguem melhorar a minha concentração enquanto jogo videojogos?
A curto prazo, alguns suplementos podem fornecer um pequeno reforço da concentração, incluindo a memória, o tempo de reação e a concentração.
Será que os suplementos melhoram a minha concentração para estudar?
Alguns suplementos podem reforçar a concentração a curto prazo, mas a melhor abordagem é um estilo de vida equilibrado para usufruir de melhorias a longo prazo na concentração e na memória.
De que produto eu preciso?
As Seen On: