About the author
Sources
Fontes

[1] WHO | Avaliação crítica do canabidiol . https://www.who.int/medicines/access/controlled-substances/CannabidiolCriticalReview.pdf. Publicado em 2018. [Fonte]

[2] Petrescu NB, Jurj A, Sorițău O, et al. Impacto do canabidiol e da vitamina D3 na diferenciação osteogénica das células estaminais mesenquimais dentárias humanas. MDPI. https://www.mdpi.com/1648-9144/56/11/607. Publicado a 12 de novembro de 2020. [Fonte]

[3] Suplementos Dietéticos. Food and Drug Administration dos EUA. https://www.fda.gov/consumers/consumer-updates/dietary-supplements. Publicado em 2021. [Fonte]

[4] Suplementos alimentares. Segurança Alimentar. Comissão Europeia. https://ec.europa.eu/food/safety/labelling-and-nutrition/food-supplements_en. Publicado em 2022. [Fonte]

[5] Alagbonsi IA, Olayaki LA. Papel do stresse oxidativo na espermatotoxicidade associada à Cannabis Sativa: evidências para o efeito de melhoria da melatonina e vitamina C combinada, mas não separada. Middle East Fertility Society Journal. https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1110569016300565. Publicado a 7 de janeiro de 2017. [Fonte]

[6] Suplementos de ómega-3: aprofundados. National Center for Complementary e Integrative Health. https://www.nccih.nih.gov/health/omega3-supplements-in-depth. Publicado em 2018. [Fonte]

[7] Costello RB, Lentino CV, Boyd CC, et al. A eficácia da melatonina para promover o sono saudável: uma avaliação rápida de evidências da literatura. Nutrition journal. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/labs/pmc/articles/PMC4273450/. Publicado a 7 de novembro de 2014. [Fonte]

Back

Pode tomar o CBD em conjunto com outros suplementos?

CBD supplements

Embora o CBD seja um suplemento digno por si só, quão bem é que este funciona em conjunto com os suplementos dietéticos tradicionais? Continue a ler à medida que mergulhamos ao pormenor sobre as possíveis interações e descubra se é seguro combinar o CBD com suplementos.

O CBD interage com os suplementos dietéticos?

Tendo como base a nossa compreensão atual sobre as interações do CBD com os suplementos, o canabinoide não aparenta impactar negativamente o corpo humano.[1] Como é óbvio, considerando as centenas de vitaminas, minerais e enzimas, cada apoiando o corpo de diferentes formas, os investigadores ainda não exploraram todas as interações possíveis. Assim sendo, o que acontece se começar a suplementar elementos em falta em conjunto com o CBD?

Uma avaliação da Organização Mundial de Saúde (OMS) descobriu que "o CBD é geralmente bem tolerado com um bom perfil de segurança".[1] Eles teceram observações relativas às potenciais interações medicamento com medicamento do CBD, mas isto pode não impactar as vitaminas e minerais negativamente, ao invés, poderá influenciar a sua eficácia de outras formas, segundo a investigação.[2]

No entanto, antes de darmos um passo maior do que a perna, demos um rápido passo atrás e expliquemos o básico sobre o CBD. Compreender o que queremos dizer com suplementos dietéticos, juntamente com como o corpo processa o canabidiol, torna as potenciais interações mais fáceis de compreender.

O que é o CBD?

O CBD provém da espécie Cannabis sativa L. e é um de mais de uma centena de canabinoides que se encontram na planta. Estes canabinoides são únicos porque podem interagir com o corpo humano através de uma vasta rede de recetores.

Através destes recetores, os investigadores estão continuamente a descobrir formas em que o CBD e outros canabinoides podem influenciar o bem-estar mental e físico.

O que são os suplementos dietéticos?

As classificações variam ligeiramente, mas todos os suplementos dietéticos são monitorizados e regulados tanto pela Food & Drug Administration (US) como pela Comissão Europeia (UE).[3],[4]

Ambos os reguladores colocam tipicamente os suplementos dietéticos nas seguintes categorias:

• Vitaminas e minerais: substâncias essenciais que o corpo humano precisa para funcionar normalmente
• Botânicos e herbais: materiais vegetais, algas, fungos ou uma combinação dos três
• Aminoácidos: um bloco de construção essencial para a proteína
• Enzimas: proteínas complexas que modulam as reações bioquímicas no corpo

Como pode constatar, a lista de possíveis suplementos dietéticos é significativa!

A ligação entre o CBD e os suplementos dietéticos: enzima CYP450

Agora, voltemos ao tópico essencial sobre como o CBD é processado. Para o corpo utilizar o canabidiol, este precisa de decompô-lo em "pedaços" mais pequenos e mais fáceis de gerir (designados metabólitos) — um processo que ocorre no fígado com a ajuda de uma família de enzimas designada CYP450.

De facto, a maioria das substâncias passa por este processo, prontas para ficarem "mais pequenas" devido à CYP450 antes de entrarem na corrente sanguínea — isto inclui vitaminas, minerais e determinados medicamentos.

No entanto, o CBD é de certa forma um pouco fora de série, dado que também afeta o quão rápido ou lento o CYP450 funciona, afastando o foco das enzimas de outras substâncias. Isto pode significar que as vitaminas e minerais permanecem no corpo por mais ou menos tempo do que o habitual (dependendo do impacto do CBD).

Pode haver situações em que esta interação é benéfica para os suplementos dietéticos, mas muitos medicamentos não respondem bem à perturbação, conforme indica a OMS.

Caso combine o CBD com outros suplementos?

Embora seja importante tender para o lado da precaução, o que é que sabemos sobre o CBD até agora indica que este não deve interagir negativamente com determinadas vitaminas e minerais.

Pelo outro lado, a interação pode apresentar resultados favoráveis, conforme destacado num estudo de 2017 sobre o extrato de Cannabis sativa, melatonina e vitamina C.[5] Neste cenário, o CBD aparenta funcionar em conjunto com substâncias de duas classificações de suplementos dietéticos.

No entanto, a interação ou a não interação é crucial para encontrar os suplementos que complementam o seu estilo de vida. Tendo isso em consideração, destacámos como vários suplementos populares poderão estabelecer uma sinergia com o CBD.

Ómega-3 e CBD

Até aqui, não há quaisquer interações conhecidas entre o CBD e os suplementos de óleo de peixe ómega-3.[6] Além disso, pode nem sequer precisar dos suplementos de óleo de peixe adicionais se optar por uma fórmula de CBD e óleo de semente de cânhamo. Porquê? Porque as sementes de cânhamo são naturalmente ricas em ómega-3 e ómega-6 (1:3). O óleo de semente de cânhamo também tem um paladar a noz, que muitas pessoas preferem em detrimento dos produtos tradicionais de CBD com azeite.

Vitamina D3 e CBD

Embora a maioria das pessoas mantenha níveis saudáveis de vitamina D3 através da exposição à luz solar, a suplementação pode tornar-se importante durante o inverno ou entre pessoas com deficiência de cálcio.

Uma pequena quantidade de investigação sugere uma ligação benéfica entre a vitamina D3 e o CBD, mas a extensão desta interação permanece sob investigação.[2] Com mais análise aprofundada, a parceria poderá ter implicações muito mais abrangentes.

Melatonina e CBD

A melatonina, uma hormona que ocorre naturalmente, é crucial para manter o ciclo dormir-despertar do corpo. Os níveis crescentes de melatonina dizem ao corpo que está na altura de dormir, mas um padrão de sono irrequieto, os aparelhos eletrónicos e o stresse, todos podem perturbar este processo.

É aqui que a melatonina e os suplementos de CBD entram. Não parece haver uma interação adversa entre os dois, o que significa que muitas pessoas podem beneficiar de uma influência abrangente do CBD em conjunto com a capacidade da melatonina de ajudar a adormecer mais depressa.[7]

Está a combinar o CBD com suplementos em segurança?

Embora pareça que combinar o CBD com vários suplementos seja geralmente seguro, não podemos certificarmo-nos de cada interação, por conseguinte, introduza sempre as combinações gradualmente. Também é importante avaliar a influência de vários suplementos em relação à natureza específica do CBD. Por exemplo, os suplementos dietéticos podem aumentar o foco ou o estado de alerta pode perturbar-se com a natureza equilibradora do CBD.

Finalmente, conforme destacámos, os suplementos dietéticos, o CBD ou quaisquer outras substâncias externas não são um substituto a um estilo de vida saudável e ativo. No entanto, quando encontra pequenas falhas no bem-estar que têm de ser abordadas, é aqui que uma combinação de suplementos dietéticos e o CBD podem ajudar.

Interessado nas combinações de suplementação listadas supra? Se assim for, navegue pela loja Cibdol para escolher entre uma gama de fórmulas. Ou, aprenda mais sobre os benefícios das vitaminas, minerais e hormonas tais como a melatonina visitando a nossa Enciclopédia CBD.

Fontes

[1] WHO | Avaliação crítica do canabidiol . https://www.who.int/medicines/access/controlled-substances/CannabidiolCriticalReview.pdf. Publicado em 2018. [Fonte]

[2] Petrescu NB, Jurj A, Sorițău O, et al. Impacto do canabidiol e da vitamina D3 na diferenciação osteogénica das células estaminais mesenquimais dentárias humanas. MDPI. https://www.mdpi.com/1648-9144/56/11/607. Publicado a 12 de novembro de 2020. [Fonte]

[3] Suplementos Dietéticos. Food and Drug Administration dos EUA. https://www.fda.gov/consumers/consumer-updates/dietary-supplements. Publicado em 2021. [Fonte]

[4] Suplementos alimentares. Segurança Alimentar. Comissão Europeia. https://ec.europa.eu/food/safety/labelling-and-nutrition/food-supplements_en. Publicado em 2022. [Fonte]

[5] Alagbonsi IA, Olayaki LA. Papel do stresse oxidativo na espermatotoxicidade associada à Cannabis Sativa: evidências para o efeito de melhoria da melatonina e vitamina C combinada, mas não separada. Middle East Fertility Society Journal. https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1110569016300565. Publicado a 7 de janeiro de 2017. [Fonte]

[6] Suplementos de ómega-3: aprofundados. National Center for Complementary e Integrative Health. https://www.nccih.nih.gov/health/omega3-supplements-in-depth. Publicado em 2018. [Fonte]

[7] Costello RB, Lentino CV, Boyd CC, et al. A eficácia da melatonina para promover o sono saudável: uma avaliação rápida de evidências da literatura. Nutrition journal. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/labs/pmc/articles/PMC4273450/. Publicado a 7 de novembro de 2014. [Fonte]

Author
Luke Sholl

Title/author.

Luke Sholl
Com mais de uma década de experiência escrevendo sobre CBD e canabinoides, Luke é um jornalista consagrado e escritor-chefe para a Cibdol e outras publicações sobre canabinoides. Comprometido com os fatos, sua fascinação pelo CBD também engloba fitness, nutrição e prevenção de doenças.
Luke Sholl

Title/author.

Luke Sholl
Com mais de uma década de experiência escrevendo sobre CBD e canabinoides, Luke é um jornalista consagrado e escritor-chefe para a Cibdol e outras publicações sobre canabinoides. Comprometido com os fatos, sua fascinação pelo CBD também engloba fitness, nutrição e prevenção de doenças.
Fontes

[1] WHO | Avaliação crítica do canabidiol . https://www.who.int/medicines/access/controlled-substances/CannabidiolCriticalReview.pdf. Publicado em 2018. [Fonte]

[2] Petrescu NB, Jurj A, Sorițău O, et al. Impacto do canabidiol e da vitamina D3 na diferenciação osteogénica das células estaminais mesenquimais dentárias humanas. MDPI. https://www.mdpi.com/1648-9144/56/11/607. Publicado a 12 de novembro de 2020. [Fonte]

[3] Suplementos Dietéticos. Food and Drug Administration dos EUA. https://www.fda.gov/consumers/consumer-updates/dietary-supplements. Publicado em 2021. [Fonte]

[4] Suplementos alimentares. Segurança Alimentar. Comissão Europeia. https://ec.europa.eu/food/safety/labelling-and-nutrition/food-supplements_en. Publicado em 2022. [Fonte]

[5] Alagbonsi IA, Olayaki LA. Papel do stresse oxidativo na espermatotoxicidade associada à Cannabis Sativa: evidências para o efeito de melhoria da melatonina e vitamina C combinada, mas não separada. Middle East Fertility Society Journal. https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1110569016300565. Publicado a 7 de janeiro de 2017. [Fonte]

[6] Suplementos de ómega-3: aprofundados. National Center for Complementary e Integrative Health. https://www.nccih.nih.gov/health/omega3-supplements-in-depth. Publicado em 2018. [Fonte]

[7] Costello RB, Lentino CV, Boyd CC, et al. A eficácia da melatonina para promover o sono saudável: uma avaliação rápida de evidências da literatura. Nutrition journal. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/labs/pmc/articles/PMC4273450/. Publicado a 7 de novembro de 2014. [Fonte]

De que produto eu preciso?
As Seen On: