É Possível Viajar Com CBD?

As viagens internacionais estão mais acessíveis do que nunca. Porém, para aqueles que precisam do seu CBD (canabidiol), as viagens internacionais podem tornar-se problemáticas. Quem não puder deixar o seu CBD em casa precisa de considerar cuidadosamente a legalidade de viajar com ele.

A legalidade do CBD

A legalidade do CBD na jurisdição para onde está a viajar é o factor mais importante a ter em consideração. Atualmente, a canábis é legal em muitos países à volta do mundo, nas suas formas recreacionais e medicinais. No entanto, os viajantes europeus devem ser cuidadosos ao navegar pela miríade de leis do continente. Como a legalidade do canabidiol difere de país para país dentro da Europa, os viajantes devem pesquisar cuidadosamente e compreender as leis dos países que vão visitar.

A maneira mais certa de descobrir se o CBD é legal no país para onde está a viajar é perguntar a um agente aduaneiro ou a um funcionário da embaixada. Pode também receber informações no aeroporto ou junto da companhia aérea. Como o CBD está a ganhar uma maior aceitação em todo o mundo, as leis estão sujeitas a mudar pelo que é bom verificá-las regularmente.

O Opium Act e a Declaração Schengen

Se pretende viajar com CBD para um país da zona Schengen, pode precisar de um certificado Schengen. Podem haver consequências legais se um suplemento ou medicação que está sob o Opium Act for transportado para um desses países.

Os medicamentos que se enquadram no controlo do Opium Act incluem analgésicos fortes, remédios para dormir ou contra a ansiedade (como Valium ou Seresta), medicamentos para o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) - como Ritalina ou Concerta - e a canábis medicinal.

Se planeia viajar com algumas destas substâncias, precisará de uma declaração Schengen. Esta declaração, que deve ser assinada por um médico, atesta que o medicamento é necessário e deve estar na sua posse. Os certificados médicos Schengen têm, geralmente, uma validade de 30 dias e estão sujeitos a uma série de condições. É crucial fazer a sua pesquisa e garantir que tudo está em ordem antes de viajar.

A importância de uma marca honesta e de confiança

Na maioria dos casos, é seguro transportar o CBD dentro da Europa, desde que contenha menos de 0,2% de THC. Este número foi escolhido pois é a quantidade de THC naturalmente presente no cânhamo industrial. Embora o limite exato seja diferente em cada país, 0,2% é considerado baixo o suficiente para ser seguro em todo o lado. Mas como saber se o seu produto de CBD contém menos de 0,2% de THC?

A maioria dos produtos de CBD terá visível o seu conteúdo de canabinoides. Geralmente, também irão realçar o facto de o produto estar abaixo do limite legal de THC. Porém, sem testes de laboratórios independentes, não há uma forma certa de saber se é verdade ou não.

Por isso é importante viajar apenas com produtos de CBD produzidos por uma marca de confiança e com boa reputação. Marcas transparentes como a Cibdol irão sempre fornecer resultados de testes para provar aquilo que prometem. É simplesmente mais seguro viajar com uma marca de confiança.

América do Norte

Nos Estados Unidos, as regulamentações sobre o CBD foram feitas pelo DEA (Drug Enforcement Agency). Neste país, um produto de CBD é considerado legal se contiver menos de 0,3% de THC. Muitos viajantes relataram ter passado mesmo com pequenas diferenças, mas o regulamento do TSA requer que os agentes reportem quaisquer possíveis violações às autoridades.

Em certos estados americanos, no entanto, a lei estadual pode entrar em conflito com as leis federais. Portanto, é sempre bom pesquisar as leis locais do estado específico que vai visitar.

Como a canábis medicinal e recreacional foi legalizada no Canadá, não há limites na quantidade de THC que um produto de CBD pode conter. Pode viajar tranquilamente com uma quantidade de CBD para até 30 dias. No entanto, se vai viajar de avião a quantidade está sujeita aos limites da companhia aérea sobre líquidos (geralmente 100ml no Canadá).

Conclusões sobre viajar com CBD

Se está a viajar na Europa deve transportar produtos de CBD com menos de 0,2% de THC. Se estiver a viajar dentro dos Estados Unidos deve apenas transportar produtos de CBD que contêm menos de 0,3% de THC e garantir que não violem nenhuma lei estadual.

De que produto eu preciso?