5 Factos Que Precisa de Saber Sobre o Óleo de CBD

Last updated:

Published:

Fatos sobre o óleo de CBD

O que é o Óleo de CBD?

O CBD é um concentrado de canábis bem conhecido e procurado. Sendo um de dúzias de canabinoides encontrados dentro das plantas de canábis e cânhamo, o CBD é orgânico, mas insolúvel em água e a temperatura ambiente. O CBD contido num transportador oleoso pode porém ser empregue de várias formas incluindo em cremes tópicos, líquidos e até mesmo alimentos.

Embora o THC (tetrahidrocanabinol) seja considerado o canabinoide mais reconhecido, o CBD (canabidiol) produz efeitos distintos que o tornam num composto mais versátil e viável do que o THC. Ao contrário do THC, o CBD é não-psicotrópico, ou seja, não o vai deixar alterado. Muitos dos óleos de CBD no mercado atualmente são derivados de variedades de cânhamo industrial ricas em CBD e pobres em THC. Desta forma, o utilizador poderá usufruir dos benefícios do canabidiol de forma legal e segura, sem nenhum dos efeitos secundários adversos do THC.

Usos e benefícios do CBD

O CBD é conhecido por ativar as respostas do sistema nervoso do corpo através do Sistema Endocanabinoide (SE). O SE contém dois recetores de canabinoides proeminentes conhecidos como CB1 e CB2. Embora a relação do CBD com esses recetores ainda precise de ser completamente compreendida, ele é capaz de influenciá-los de tal forma que promove vários resultados terapêuticos possíveis. No momento, os óleos de CBD são considerados suplementos nutricionais pela lei. Ainda assim, há um número crescente de estudos que está a descobrir o potencial total do CBD em contexto médico. Em última instância, sabe-se que o óleo de CBD é um ótimo suplemento para apoiar o processo natural do corpo e encorajar a homeostase.

A canábis e o sistema endocanabinoide

À primeira vista, estes termos possuem similaridades óbvias. Isto ocorre porque os canabinoides contidos na canábis (fitocanabinoides) são extremamente semelhantes àqueles que o corpo produz naturalmente (endocanabinoides). "Endo" é a abreviação para "endógeno", que significa "proveniente de dentro". Isto significa que os fitocanabinoides da canábis podem interagir com o sistema endocanabinoide de forma semelhante à das suas contrapartes naturais.

Pesquisas sobre o óleo de CBD

Investigações em curso sobre o CBD descobriram diversas propriedades medicinais que sugerem futuros tratamentos utilizando o canabinoide. Alguns estudos mostraram que o CBD atenua os sintomas de várias doenças que afetam corpo e mente. Em 2003, um paciente foi autorizado pelo governo federal a tratar doenças inflamatórias e neurodegenerativas usando o CBD. Além disso, o canabinoide está a receber maior aprovação do que nunca em relação ao seu uso em estudos clínicos. De facto, a FDA (Food and Drug Administration) americana aprovou a primeira formulação de CBD (na forma de spray oral) para tratar duas formas raras de epilepsia infantil conhecidas como síndrome de Dravet e Lennox-Gastaut. Mesmo assim, as regras federais proíbem proclamações sobre a efetividade do CBD enquanto conteúdo médico. Quando o CBD é vendido na internet, os produtos são classificados como de cuidado pessoal ou suplementos naturais.

Por que é melhor usar cânhamo ao invés de canábis para extrair CBD?

Como dito anteriormente, o cânhamo é rico em CBD e pobre em THC, e a canábis é geralmente o oposto. O cânhamo industrial é uma variante da espécie Canábis Sativa que foi cultivada seletivamente durante décadas para reter caraterísticas vantajosas para várias indústrias. Isto não só permite que os utilizadores usem a óleo de CBD derivado de cânhamo sem ficarem alterados, mas também que o cânhamo seja cultivado legalmente e o óleo importado. Eis algumas das vantagens de usar cânhamo ao invés de canábis rica em THC para criar óleos de CBD da melhor qualidade.

ARTIGO RELACIONADO:

Cibdol


Registe-se e aproveite 10% de desconto na sua primeira compra

De que produto eu preciso?