Como Cozinhar com Óleo CBD

Como Cozinhar com Óleo CBD

Está interessado em cozinhar com óleo CBD, mas não tem a certeza por onde deve começar? O nosso guia definitivo explica exatamente o que precisa saber sobre cozinhar com o canabidiol e como adicioná-lo às suas receitas favoritas. Continue a ler para saber mais.

Porquê adicionar óleo CBD a alimentos e bebidas?

O CBD é um canabinoide extremamente versátil que pode ser utilizado de várias formas. Apesar disso, alguns utilizadores têm dificuldade em encontrar um método de administração que se adeque ao seu estilo de vida e preferências. Talvez considere o paladar do óleo CBD em estado puro desagradável ou prefira ter mais qualquer coisa no seu estômago quando o toma? Outros consideram difícil lembrar-se de tomar o óleo CBD ao longo do dia, especialmente os que têm agendas muito preenchidas.

De qualquer das formas, pode integrar o óleo CBD na sua rotina de forma confortável, conveniente e natural — acrescentando-o aos seus alimentos e bebidas. Pode infundir o óleo CBD, óleo semente de cânhamo e CBD e óleo semente de cominho preto e CBD numa variedade de pratos, com resultados deliciosos e eficazes.

Vantagens de cozinhar com óleo CBD

• O óleo CBD é excelente para colocar nas saladas, smoothies e outras delícias frescas
• Conveniente e simples
• Disfarça o paladar natural do óleo CBD
• Os efeitos duram mais tempo

Desvantagens de cozinhar com óleo CBD

• Não pode aquecer o óleo CBD diretamente
• Início atrasado dos efeitos
• Dificuldade em encontrar uma dose precisa (dependente da receita)
• Funciona melhor em receitas com gorduras saudáveis

Como utilizar o óleo CBD na culinária

Conforme fizemos alusão, há várias formas de infundir o óleo CBD nos alimentos e bebidas do dia-a-dia.

• Bebidas

Acrescentar o CBD nos smoothies é uma ótima forma de incorporar o canabinoide na sua rotina diária. Os smoothies tendem a ter um paladar e textura fortes, mascarando o óleo CBD. Outra vantagem desta abordagem é que não perderá qualquer CBD — assim que estiver na misturadora, este não tem por onde "fugir". Assim sendo, os smoothies de CBD são económicos, sendo também úteis para os indivíduos que precisam de dosear com precisão.

Mas, não são apenas os smoothies que podem beneficiar do óleo CBD — os chás e cafés também! Acrescente algumas gotas diretamente no chá e no café para usufruir de um reforço natural (certifique-se apenas de que acrescenta o óleo CBD ao chá/café depois de quente).

• Pratos quentes

Não vai, de todo, querer fritar ou refogar com óleo CBD. Além de perder a maioria do seu óleo no fundo da panela, também perderá CBD precioso para o calor e evaporação. Se quiser incorporar o óleo CBD num prato quente, aguarde simplesmente até o prato estar pronto e salpique um pouco no topo.

Assar com óleo CBD é outra opção conveniente e saborosa, mas tente não passar acima dos 170 °C/338 °F ou o seu CBD começará a degradar-se. Mantenha-se abaixo deste limite e não perderá nenhum produto — todo o seu CBD será diretamente incorporado nos alimentos cozinhados.

Assar também lhe permite medir com precisão as suas doses. Se tem um prato de dezasseis brownies de tamanho idêntico, e sabe precisamente quanto óleo CBD contém a fornada, pode calcular quanto CBD contém cada brownie.

• Pratos frios

Se vai comer uma salada, porque não salpica um pouco de óleo CBD na mistura? Colocar óleo CBD nas saladas é uma opção excelente dado que este evita a manhosa exposição ao calor. Certifique-se apenas de que guarda uma fatia de pão ou uma folha de alface seca para recolher o CBD que sobrar no prato. De facto, o óleo CBD é um tempero ou molho excelente para inúmeros pratos frios, não se limitando apenas às saladas!

Dicas extra para cozinhar com óleo CBD

Como Cozinhar com Óleo CBD

Se não consegue ver uma sugestão que gostasse de seguir, sinta-se à vontade para experimentar o óleo CBD com os seus pratos favoritos. Tenha apenas em consideração as dicas a seguir enquanto estiver a cozinhar com óleo CBD.

• Utilize óleos CBD de fontes de alta qualidade

A extração do CBD do material em bruto da planta requer máquinas sofisticadas. Sem estas, não há como garantir quais os compostos, químicos e aditivos que ficaram para trás. Se vai cozinhar com óleo CBD, certifique-se de que escolhe um produtor respeitável, que teste os seus produtos de forma independente. Ao analisar os resultados de testes de terceiros, pode verificar os conteúdos exatos do óleo antes de acrescentá-lo nos seus melhores pratos.

• Evite aquecer diretamente o óleo CBD

Já falámos sobre isto, mas quando cozinha com óleo CBD, evite aquecê-lo diretamente, custe o que custar. As temperaturas excessivas não só degradarão o CBD (prejudicando os seus efeitos) como, dependendo do óleo transportador, também se arrisca a formar radicais livres prejudiciais.

Só porque tem de evitar temperaturas altas, isto não significa que não possa adicionar o CBD aos seus pratos quentes favoritos. Deve, no entanto, evitar acrescentá-lo durante as primeiras fases de preparação do prato, e aguardar até mais tarde para adicionar o óleo CBD à receita diretamente num molho ou tempero.

• Incorpore gorduras saudáveis

O CBD é hidrofóbico, o que significa que repele a água. Ao invés, o canabinoide liga-se facilmente às gorduras e, ao fazê-lo, melhora a sua taxa de absorção. Se vai cozinhar com óleo CBD, este funciona melhor em receitas que utilizam gorduras saudáveis tais como coco, abacate, iogurte gordo e peixes oleosos. Se gosta de um docinho, experimente utilizar uma pequena quantidade de natas no seu café ao invés do leite.

• Comece devagar com o óleo CBD

Quando experimenta algo novo com o óleo CBD, comece com uma quantidade pequena proveniente de uma fórmula de baixa concentração. Com o seu corpo a ter de processar os alimentos e os canabinoides ativos, os efeitos podem diferir ligeiramente. É sempre melhor começar devagar e ver como se sente. Assim que tiver dominado o lado culinário da experimentação com óleo CBD, pode dedicar-se a encontrar qual a dose que funciona melhor consigo.

Qual é a dose certa de óleo CBD para cozinhar?

A não ser que tenha experiência a cozinhar com óleo CBD, é melhor manter-se fiel àquilo que sabe. Com isto, queremos dizer que utilize a mesma dose a que está habituado. Se estiver a acrescentar o óleo CBD ao seu almoço, e toma tipicamente 3–4 gotas sublingualmente, salpique a mesma quantidade na sua refeição.

Não se esqueça de que o CBD consumido oralmente tem de lidar com o sistema digestivo, o que significa um início retardado dos seus efeitos. O benefício, contudo, é que quando os efeitos surtem, estes duram mais tempo.

Um erro comum que os novatos cometem é acrescentar mais e mais óleo CBD aos alimentos porque não estão a sentir os mesmos efeitos no imediato, quando tudo o que precisam é aguardar 40–60 minutos. Assim que estiver habituado a cozinhar com óleo CBD, pode aumentar ou diminuir a dose conforme desejar.

Deve experimentar cozinhar com óleo CBD?

A regra mais importante para cozinhar com óleo CBD é experimentar e descobrir o que funciona melhor para si. Se não sabe por onde começar, pode consultar algumas das receitas que lhe disponibilizamos. Seja qual for a via culinária que quiser seguir, vá com cuidado e divirta-se!

A loja Cibdol apresenta uma seleção completa de óleos CBD independentemente testados, perfeitos para incluir numa variedade de pratos — quer adore os doces, salgados ou ambos! Se ainda quiser saber mais sobre o óleo CBD antes de experimentá-lo, pode consultar a nossa Enciclopédia do CBD para dispor de um guia completo, útil para iniciantes.

De que produto eu preciso?
As Seen On: