Published:

Updated:

Será que o CBD Trata as Queimaduras Solares?

queimadura solar

Levar um estilo de vida ativo envolve habitualmente imenso tempo passado ao ar livre, e que melhor altura para abraçar o grande exterior do que durante as férias de verão. Embora não haja um fim para os benefícios para a sua saúde mental e física, há um potencial contratempo para o sol de verão — a queimadura solar. Continue a ler para ficar a saber sobre o impacto da queimadura solar e sobre como é que o CBD poderá ajudar a lidar com os sintomas.

O que é a queimadura solar?

Independentemente do tipo de pele ou da idade, a queimadura solar é uma condição pela qual já todos passamos. Antes de darmos por isso, aquilo que começou por ser umas férias de verão bem merecidas ao sol transformou-se em noites irrequietas e em pele inflamada. Embora os protetores solares consigam fornecer proteção essencial contra os raios UV, esta nem sempre é a suficiente. Por vezes, podemos precisar de um fator maior, ou esquecemos de voltar a aplicá-lo após darmos um mergulho na piscina. De qualquer das formas, o resultado é o mesmo — queimadura solar.

A queimadura solar é a forma da pele tentar reparar os danos provocados pela exposição prolongada aos raios UVA e UVB. Na maioria das vezes, os raios UVB são os principais culpados da queimadura solar devido ao facto do seu comprimento de onda ser mais curto, provocando danos na camada mais externa da pele.

A boa notícia, contudo, é que não tem de sofrer em silêncio! Pelo contrário, há inúmeros remédios que pode utilizar para aliviar o desconforto provocado pela queimadura solar. E graças à abundância de recetores canabinoides na nossa pele, uma dessas substâncias que captou a atenção quer dos adoradores do sol como dos investigadores é o CBD.

Embora o CBD parece um candidato improvável para tratar uma queimadura solar, este já tem várias características que poderão ser úteis na redução da gravidade dos sintomas provocados pelas queimaduras solares. Contudo, antes de descobrirmos que atributos são estes, é sempre útil analisarmos mais atentamente os mecanismos da queimadura solar.

Como funciona a queimadura solar

Conforme mencionámos, a queimadura solar é a forma da pele reparar-se após longos períodos de exposição ao sol. No entanto, não é o calor do sol que queima a pele, mas sim os raios UVA e UVB.

• UVA: com um maior comprimento de onda, os UVA penetram abaixo da superfície da pele para espoletarem mutações celulares na pele, contribuindo para determinadas formas de cancro.

• UVB: invisíveis ao olho nu, os raios UVB são responsáveis por provocarem queimaduras solares e a maioria dos cancros de pele. O comprimento de onda mais curto significa que provocam mais danos na camada mais externa da pele.

Sentimos a queimadura solar como uma resposta inflamatória atrasada à medida que o corpo tenta reparar os danos provocados pelos raios ultravioleta na pele. Embora não vejamos os danos na altura, estes podem acumular-se rapidamente em dezenas de sintomas debilitantes.

O que é que a queimadura solar faz à sua pele

O impacto dos raios ultravioleta é imediatamente sentido a nível celular, mas os sintomas podem demorar até 24 horas para manifestarem-se. Uma quantidade moderada de sol pode ser benéfica, mas em demasia pode levar ao seguinte:

• Inflamação
• Bolhas
• Desconforto físico
• Pele descamada
• Irritação cutânea
• Náusea
• Calafrios
• Febre
• Vómitos

Caso a exposição seja extensa, a queimadura solar pode provocar náuseas, enxaquecas e calafrios. Caso estes sintomas persistam, ou sinta que está prestes a desmaiar, então é altura de entrar em contacto com um médico. Para a maioria de nós, os sintomas da queimadura solar ficar-se-ão pelo lado mais moderado, mas isso não quer dizer que estes não sejam incrivelmente desconfortáveis e perturbadores.

Como é que o CBD pode ajudar a tratar a queimadura solar?

Embora não haja investigação específica sobre os efeitos do CBD nas queimaduras solares, podemos ao invés examinar os resultados do CBD nos vários sintomas da queimadura solar.

CBD e a inflamação

Em primeiro lugar, o CBD tem sido de algum modo extensamente investigado quanto ao seu potencial anti-inflamatório. Para reduzir a vermelhidão e a sensibilidade da pele queimada pelo solo, primeiro temos de reduzir a resposta inflamatória do corpo. Publicado na Journal of Clinical Investigation, um estudo explorou o potencial anti-inflamatório do CBD quando utilizado num modelo de pele in vitro.

Um segundo trabalho de pesquisa, desta vez na Journal of Experimental Medicine, procurou determinar se o CBD poderia suprimir significativamente a inflamação crónica e a dor neuropática. Quando olhamos para a nossa lista de sintomas da queimadura solar, tanto a inflamação como o desconforto físico aparecem no top três — até aqui, tudo indica ser favorável o uso do CBD.

CBD e a descamação da pele ou irritação cutânea

Mesmo embora a inflamação inicial e o desconforto da queimadura solar desvaneçam habitualmente decorridos alguns dias, os sintomas duradouros incluem pele seca e descamada, bem como irritação cutânea. Embora não sejam tão graves, estes ainda podem comprovar ser desconfortáveis e distraí-lo de desfrutar do mais que merecido tempo ao sol. Felizmente, o CBD também pode ajudar nestas frentes.

Uma avaliação minuciosa do potencial terapêutico do CBD para a saúde da pele investigou os vários potenciais benefícios: proteção da integridade da membrana, gestão da dor, modulação da nossa resposta à irritação cutânea e cicatrização das feridas. Ainda há muito a aprender sobre esta lista diversa de mecanismos, mas não há qualquer dúvida de que o papel do CBD na suavização da queimadura solar poderá ser vasto.

CBD e a náusea ou vómitos

É pouco provável que passar demasiado tempo ao sol resultará em náuseas, vómitos ou calafrios, mas se isso acontecer, recomendamos vivamente que consulte o seu médico primeiro. Assim que a gravidade tiver sido avaliada, deve considerar o CBD como um potencial meio para reduzir o desconforto estomacal. Por outro lado, os investigadores examinaram a modulação indireta do CBD dos recetores 5-HT (serotonina) para determinarem se este poderá suprimir as náuseas.

Que produtos de CBD deve levar consigo nas suas férias de verão?

Todas as investigações supra combinadas sugerem que o potencial do CBD é vasto — de tal forma vasto que este pode inclusive suavizar vários dos sintomas provocados pela queimadura solar. Tendo isto em consideração, abaixo listamos vários produtos CBD que valem a pena considerar na sua próxima viagem de verão.

Cremes de CBD

A maioria dos sintomas das queimaduras solares afeta a pele, principalmente a camada mais externa. Por conseguinte, faz sentido lidar com os sintomas diretamente, aplicando um CBD tópico. Felizmente para nós, a pele tem uma abundância de recetores canabinoides e muitos dos efeitos potenciais do CBD advêm da sua modulação do sistema endocanabinoide e destes recetores.

Os cremes CBD, da Cibdol, incluem uma mistura sofisticada de CBD, aveia coloidal, entre outros ingredientes naturalmente suavizantes. Caso seja alguém que já sofre de problemas de pele pré-existentes, os cremes de CBD poderão ser um complemento valioso para a sua mala de verão.

Produtos de beleza à base de CBD

Os produtos de beleza à base de CBD são um complemento valioso para o seu atual regime de cuidados com a pele, e muitos cremes, loções e géis incluem ingredientes benéficos para tratar as queimaduras solares. A Aloe vera e o óleo de girassol podem ajudar a reduzir a vermelhidão enquanto restauram a muito necessária hidratação. Formulámos inclusive um creme diurno de CBD com SPF 15 para proteção adicional, e os cremes noturnos de CBD são úteis na suavização da sensibilidade e do desconforto enquanto dorme.

Óleo/cápsulas de CBD

Embora a maior parte do nosso foco tenha sido abordar os sintomas relacionados com a pele, o CBD também poderá ser útil de outras formas. Os casos graves de queimadura solar podem perturbar o sono, as atividades durante as férias e a confiança no geral.

O consumo regular de óleo CBD não retificará estes problemas por completo, mas pode ajudar a suavizar os nossos altos e baixos mentais enquanto lidamos com a queimadura solar. O CBD ingerido também é uma ótima forma de reforçar o seu sistema endocanabinoide (SEC) e as suas ligações com os sistemas digestivo, imunitário e nervoso.

Acabe onde acabar para as suas férias de verão, é crucial que desfrute destas ao máximo. O protetor solar deve ser sempre a sua primeira linha de defesa contra os danos que o sol pode provocar. No entanto, o CBD pode ser o ingrediente extra que lhe permite tirar o máximo partido do seu tempo ao sol caso fique com a pele queimada.

Caso precise de abastecer-se com CBD de alta qualidade para as férias de verão, navegue pela loja Cibdol, onde encontrará uma gama completa de cremes, suplementos, óleos e cápsulas de CBD. Ou, se quiser saber mais sobre o impacto do CBD na nossa pele, descubra tudo o que precisa saber na nossa Enciclopédia CBD.

De que produto eu preciso?
As Seen On: