Como é que o Óleo CBD é Feito a Partir do Cânhamo

O óleo CBD pode estar em todo o lado, mas isso não significa que todos os extratos sejam feitos segundo o mesmo padrão. Continue a ler para descobrir o que se passa por detrás do pano na Cibdol e porque é que os óleos CBD são reconhecidos pela sua pureza, segurança e eficácia.

Como é feito o óleo CBD da Cibdol: um guia passo-a-passo

Antes de nos prepararmos para enviar o óleo CBD por toda a Europa, o extrato deve passar por várias fases cruciais, cada uma contribuindo não só para a qualidade do produto final, mas também para a nossa reputação de CBD de padrão dourado.

Abaixo, encontrará uma decomposição completa das oito fases chave necessárias para produzir o óleo CBD, da Cibdol.

Matéria-prima vegetal

Todo o óleo CBD, da Cibdol, inicia a sua vida sob a forma de cânhamo. No entanto, até nas primeiras fases de produção, a Cibdol vai muito além para assegurar que o nosso cânhamo não só é cultivado naturalmente, como também não contém pesticidas, OGMs e metais pesados. É apenas utilizando a matéria-primeira da melhor das qualidades que se consegue criar os óleos CBD da melhor das qualidades.

Uma vez colhidos, centenas de quilogramas de cânhamo viajam para o nosso armazém, onde o preparamos para a extração supercrítica.

Trituração e processamento

A concentração mais significativa do CBD existe nas flores das plantas de cânhamo maduras. Por conseguinte, antes de podermos considerar a extração com CO₂, a matéria-prima vegetal precisa de ser separada e triturada num pó fino.

Enormes sacos da matéria vegetal do cânhamo são colocados, à mão, numa máquina de trituração, à medida que confirmamos se não há caules ou quaisquer objetos estranhos colhidos durante a colheita. Com as partes maiores das plantas removidas, tudo o que permanece são flores muito bem trituradas prontas para a extração.

Extração com CO₂ supercrítico

A extração é onde transformamos finalmente a matéria-prima da planta em CBD. No interior do cânhamo há uma mistura diversa de compostos químicos; contudo, separá-los uns dos outros requer máquinas sofisticadas e condições precisas.

Ao submetermos o CO₂ a condições supercríticas, este assume características tanto de gás como de líquido. A solução supercrítica é de seguida lavada do material vegetal, removendo os compostos químicos cruciais e deixando para trás quaisquer materiais vegetais físicos.

Embora o resultado da extração com CO₂ se possa parecer imenso como uma lama preta, essa lama preta está repleta de canabinoides, terpenos e flavonoides. Contudo, são necessárias mais algumas fases para o nosso extrato de espetro integral atingir o padrão dourado do qual a Cibdol se orgulha. Com os nossos canabinoides na mão, está na altura de transformá-los em CBD purificado.

Descarboxilação química

Quando dissemos que o material do cânhamo está repleto de CBD, não estávamos tecnicamente corretos. Na realidade, a matéria-prima vegetal contém uma versão "inativa" do CBD designada por CBDA. O CBDA não interage com o corpo da mesma forma que o CBD, portanto, temos de remover o grupo carboxílico extra (o “A”) para transformá-lo num canabinoide "ativo".

Habitualmente, isto é feito aquecendo os canabinoides no estado bruto num forno de descarboxilação. Na Cibdol, contudo, utilizamos a descarboxilação química para transformar todo o nosso CBDA em CBD, e assegurar que não danificamos quaisquer outros compostos durante o processo.

Durante este processo, o extrato do cânhamo em estado bruto passa por várias câmaras seladas onde as reações químicas criam o calor necessário para ativar o CBDA. A realização da descarboxilação desta forma assegura que todos os outros compostos mais pequenos (terpenos e flavonoides) permanecem intactos e de que o produto final tem um impacto muito maior no bem-estar graças ao efeito entourage.

Destilação

Restando apenas alguns passos, está na altura de começar a adicionar os toques finais ao nosso extrato CBD de espetro integral. A descarboxilação química pode ter salvo os flavonoides e terpenos mais pequenos de serem destruídos, mas também retém ceras e gorduras naturais da planta.

A destilação ajuda a remover estes elementos, dado que cada um tem diferentes pontos de ebulição. Ao aquecermos e condensarmos cuidadosamente, é possível separar a vasta mistura de compostos, mantendo apenas o que é necessário. Também é nesta fase que conseguimos isolar canabinoides específicos como o CBG, CBN e CBC para utilizarmos em produtos dedicados.

Filtração

O nosso extrato de espetro integral está virtualmente pronto, mas para proporcionar a conclusão de padrão dourado, decorre uma boa filtração sob condições esterilizadas — longe do piso de produção. O objetivo da filtração é remover quaisquer micróbios que possam ter sobrevivido nas fases anteriores, dando ao extrato um nível de pureza que fala por si.

Também é durante a filtração que acrescentamos o extrato de CBD de espetro integral ao óleo transportador escolhido. A Cibdol utiliza o azeite, o óleo de semente de cânhamo e o óleo de semente de cominho preto como transportadores para o CBD, sendo que cada um fornece uma gama única de benefícios nutricionais.

Engarrafamento

Esta fase pode até nem parecer importante, mas o engarrafamento preciso é crucial para manter a integridade do óleo CBD, da Cibdol. O rácio do óleo transportador para o extrato de CBD tem de corresponder à concentração publicitada. Por exemplo, uma gota de 10% de óleo CBD deve conter 4,6mg de CBD, sendo que uma fórmula de 20% deve conter 9,2mg de CBD por gota.

O engarrafamento também envolve rotular os produtos com os detalhes corretos no número do lote e a data de validade. É com esta informação crucial que os clientes podem verificar os conteúdos exatos do seu produto escolhido online, graças à fase final de produção — testagem e análise.

Testagem e análise

Todas as fases anteriores seriam desprovidas de sentido se não tivéssemos uma entidade independente de especialistas a verificar o nosso CBD. Com instalações de testagem topo de gama, uma organização terceira examina cuidadosamente o nosso extrato de CBD, confirmando a pureza, integridade e conteúdo canabinoide. Relativamente ao último ponto, não são só verificados os níveis de CBD, mas também os níveis de outros canabinoides, incluindo o THC. Os clientes podem ter total tranquilidade sabendo que os produtos de CBD da Cibdol só contêm níveis residuais de THC (conforme permitido por lei).

A produção de CBD não é um processo simples (quando realizada segundo o mais elevado dos padrões), e é fácil atalhar para maximizar os lucros. Ao publicarmos os resultados dos testes diretamente no site da Cibdol, estamos a dar aos nossos clientes algo que o dinheiro não pode comprar — confiança no produto. Pode ver exatamente o que cada um dos nossos extratos contém, e o que não contém.

O CBD mais puro no mundo

Para fornecer o CBD mais puro, precisa de um controlo de qualidade sem precedentes, instalações topo de gama e as melhores mentes da indústria. Felizmente, a Cibdol cumpre todos estes requisitos, assegurando que tudo, desde o processamento do cânhamo em estado bruto até à extração, filtração, destilação e engarrafamento são realizados nas nossas instalações. Com medidas de controlo de qualidade implementadas em cada fase de produção, os clientes têm total tranquilidade na transparência da nossa marca e a qualidade dos nossos extratos.

Se quer experimentar por si o CBD da melhor das qualidades, porque não navega pela loja Cibdol para ver uma seleção completa de óleos, cápsulas, cremes e suplementos de CBD? Ou, se quiser saber mais sobre a extração, descarboxilação ou testagem do produto, encontrará respostas na nossa extensa Enciclopédia do CBD.

De que produto eu preciso?
As Seen On: