CBN e CBD: Qual É A Diferença?

Published:

O que é o CBN e por que é importante?

Durante muito tempo, o canabinoide menos conhecido CBN (canabinol) foi considerado um subproduto desnecessário da planta de canábis envelhecida. Ao contrário do CBD ou do THC, que se desenvolvem inicialmente como ácidos durante os estágios iniciais da vida da planta, o CBN é produzido muito depois. Antes de vermos as condições específicas necessárias para produzir o CBN, vale a pena perceber por que razão o composto chamou a atenção dos investigadores.

Estudos preliminares confirmaram o que as experiências anedotais mostraram durante anos: que o CBN pode ser um sedativo potente e natural. Outros estudos menores sugerem que os talentos do composto são muito maiores do que apenas o sedativo, mas ainda estão a ser iniciados estudos mais aprofundados. O CBN também tem a capacidade de agir em sinergia com o CBD, abrindo a possibilidade de várias opções de tratamento.

Há algumas diferenças grandes entre o CBD e o CBN

A maioria dos canabinoides interagem com os recetores ligados ao nosso Sistema Endocanabinoide (SE). Por isso, é possível que tais componentes acionem uma gama variada de efeitos biológicos. Embora o CBD e o CBN tenham uma estrutura genética semelhante, o CBD influência indiretamente o nosso SE através de vários tipos de recetores, enquanto o CBN tem uma abordagem mais direta.

Além de ter uma forte afinidade com os recetores CB2, o CBN também tem uma preferência parcial pelos recetores CB1, assim como o canabinoide mais proeminente dentro da espécie canábis, o THC. Há uma boa razão para os dois compostos partilharem alguns atributos - sem THC, não teriamos o CBN.

Ao invés de ser o resultado de ácidos a conectarem-se com enzimas, o CBN é produzido muito mais tarde na vida de uma planta. Os canabinoides são voláteis por natureza e continuam a mudar quando expostos a fatores ambientais diferentes. Há duas formas de obter o CBN. A primeira é transformar o THCA (THC cru) em CBN ao deixar o composto degradar-se com o tempo. Se aplicar calor, a molécula extra de carbono (o "A") é removida. A alternativa é deixar o THCA já ativado (THC) para, de novo, se degradar com o tempo. De uma forma ou de outra, o resultado é o canabinoide em questão - o CBN.

O CBN pode iniciar a sua vida como THC, mas não causa efeitos psicoativos

É natural supor que, se o CBN só pode ser produzido quando o THC é deixado para envelhecer, os dois terão caraterísticas comparáveis. Felizmente, o CBN é não-psicoativo e, ao contrário do THC, não é classificado como parte da Convenção Única sobre Narcóticos das Nações Unidas, ou a Convenção para Substâncias Psicotrópicas. Isto significa um acesso mais fácil ao composto, uma boa notícia quando se considera que o canabinoide é bastante elusivo. Lembre-se que, na maioria das vezes, a canábis e o cânhamo são colhidos quando o nível de CBD ou THC está no seu máximo. O CBN requer muito mais paciência se quer extrair quantidades significativas.

Sabemos que precisamos de envelhecer o THC antes de criar o CBN. Também sabemos que ele mostra uma afinidade pelo recetor CB2 (e por alguns CB1). Dado que o CBN parece ter caraterísticas do CBD e do THC, mas não causa efeitos psicoativos, a próxima questão óbvia é: o que acontece quando consumimos o composto?

O que pode esperar do CBN?

A Steep Hill Global, uma das empresas de pesquisa de canabinoides líder no mundo, sugere que "de todos os canabinoides, o CBN parece ser o mais sedativo". Além disso, descobriram que era necessário muito pouco para oferecer um efeito sedativo durante 5-6 horas. Apenas 2,5-5 mg de CBN são o suficiente para oferecer "o mesmo nível de sedação de um sedativo farmacêutico leve".

Os estudos parecem concordar com os testes feitos em ratos. Segundo um estudo publicado na NCBI, o CBN pode estender significantemente o tempo de sono dos roedores comparado com outros canabinoides. Juntando a tudo isto a falta de efeitos secundários significativos, o CBN é um prospeto excitante para futuros tratamentos.

Os estudos pré-clínicos sobre as potencialidades do CBN incluem a psoríase, queimaduras e a promoção do crescimento de tecido ósseo.

O futuro para o CBN

Como muitos dos canabinoides existentes dentro da canábis e do cânhamo, estamos apenas a começar a explorar o seu potencial - seja por causa da natureza ilegal do composto ou, no caso do CBN, a dificuldade de extrair grandes quantidades por causa das condições necessárias para a sua produção.

As pesquisas sobre este potente sedativo estão a aumentar. No entanto, o que sabemos até agora aponta para um futuro de grandes possibilidades. A falta de efeitos secundários psicoativos será uma grande vantagem para o composto, pois isto torna o processo para os estudos mais fácil de navegar.

Registe-se e aproveite 10% de desconto na sua primeira compra

De que produto eu preciso?
As Seen On: