O CBD e a Dieta Cetogénica Complementam-se?

Published:

Quando se trata de saúde e bem-estar, o CBD e a dieta cetogénica são ambos famosos entre os utilizadores. Mas será que são compatíveis? Segundo os estudos disponíveis, os seus benefícios aparentam complementar-se. Quer isto dizer que o CBD e a dieta cetogénica não se limitam a ser apenas compatíveis, eles também perfazem um verdadeiro duo dinâmico.

Eis como combinar o CBD com uma dieta cetogénica poderá ajudá-lo a sentir-se mais leve, saudável e com mais energia.

O que é a dieta cetogénica?

Uma dieta cetogénica é uma dieta com baixo teor de hidratos de carbono e alto teor de gordura. Ela ajuda-o a queimar mais eficientemente a gordura, privando o seu corpo da glucose e urgindo-o a entrar num estado designado por cetose. A glucose (açúcar) é a principal fonte de energia do corpo. Quando a glucose está em falta, o seu corpo queima gordura para produzir moléculas de energia designadas por cetonas.

Os hidratos de carbono são a principal fonte de glucose na nossa dieta. Quando comemos imenso pão, massa e açúcares, tudo aquilo que o nosso corpo não queimar imediatamente para transformar em energia é armazenado como gordura. Uma dieta com baixo teor de hidratos de carbono e alto teor de gordura impele o seu corpo a entrar na cetose e a alimentar-se de forma diferente — queimando gordura ao invés de a armazenar.

Orientar o seu corpo para um estado de cetose pode apresentar uma miríade de benefícios. Muitos seguidores da dieta cetogénica reportam uma redução do apetite e perda de peso. Uma dieta cetogénica também pode reduzir a inflamação e levar a uma maior sensibilidade em relação à insulina. Embora não seja um tratamento para a diabetes, a redução da resistência do seu corpo à insulina através da dieta cetogénica pode apresentar benefícios preventivos.

Os benefícios do CBD e da dieta cetogénica

O CBD e a dieta cetogénica foram ambos sujeitos a imensa publicidade nos últimos anos. Mas não os veja como meras tendências — há bons motivos para fazerem furor por entre os setores da saúde e bem-estar.

Aqui tem algumas formas como os dois poderão formar uma grande equipa para apoiar a saúde e o bem-estar:

Perda de peso

A gordura corporal não é toda igual. Ela pode ser boa, má e apresentar inclusive diferentes cores. O tecido adiposo branco é o tipo de gordura na qual tendemos a pensar. É o resultado de o corpo armazenar calorias em excesso. Demasiada gordura branca leva à obesidade e a problemas de saúde relacionados, tais como doenças cardíacas e perturbações metabólicas. O risco é maior quando uma grande quantidade de gordura branca é armazenada na zona do abdómen.

Por outro lado, o tecido adiposo castanho representa um armazenamento de energia mais compacto. Este apresenta imensa mitocôndria rica em ferro e, ao contrário da gordura branca, pode ajudar na realidade a queimar calorias e a combater a obesidade.

A **investigação sugere que o CBD pode promover o "escurecimento da gordura", a conversão de gordura branca "má" em gordura castanha "boa". Um estudo recente publicado na revista Molecular and Cellular Biochemistry descobriu que o CBD aumenta os marcadores associados ao escurecimento da gordura e estimula o metabolismo lipídico. Isto significa que o CBD poderá encorajar a decomposição da gordura para transformá-la em energia, reforçando os já de si formidáveis efeitos de queima de gordura da dieta cetogénica.
**Investigação - https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27067870

Reforçar o metabolismo, controlar o apetite

O CBD também pode ajudar a regular o metabolismo e o apetite. **Estudos demonstraram que o **sistema endocanabinoide do corpo (SE) desempenha um papel na regulação da ingestão de alimentos, metabolismo e função endócrina. O sistema endócrino é responsável pela produção de hormonas que nos fazem sentir fome. O CBD tem a capacidade de influenciar o SE de formas complexas podendo, portanto, desempenhar um papel na promoção de um metabolismo equilibrado e saudável.
**estudos - https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/30618031
**sistema endocanabinoide (SE) - https://www.cibdol.com/blog/443-getting-to-know-the-endocannabinoid-system

A dieta cetogénica tem efeitos complementares. Ao reduzir a ingestão de glucose, a dieta cetogénica leva a que o seu corpo queime gordura para a transformar em energia. Ao mesmo tempo, ela diminui os níveis da hormona grelina, a qual estimula o apetite. Crucialmente, a dieta cetogénica não requer que se prive ou corte drasticamente nas calorias. Ao substituir os hidratos de carbono por alimentos que têm um alto teor de gordura sentir-se-á saciado. Também ajuda a estabilizar os níveis de açúcar no sangue, levando a menos picos, quedas e ânsias.

Combater a resistência à insulina e as perturbações metabólicas

Uma dieta cetogénica pode ajudar realmente a combater a resistência à insulina. A resistência à insulina é um problema de açúcar no sangue que é um percursor de condições como a diabetes de tipo 2. Aqui, o CBD também poderá ser um ótimo companheiro para a dieta cetogénica. Um **estudo publicado no American Journal of Pathology descobriu que o CBD exibe "tremendo" potencial terapêutico para o tratamento de perturbações metabólicas.
**estudo - https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3349875/

Nem o CBD nem a dieta cetogénica representam uma cura ou tratamento isolado para a diabetes. Contudo, eles podem ser úteis como medidas preventivas. Os estudos disponíveis são preliminares, ainda assim sugerem que estes são caminhos que vale a pena explorar em investigações futuras.

Redução da inflamação

A inflamação crónica foi designada como "o assassino silencioso". Este apelido ominoso é uma referência a doenças cardíacas, cancro, diabetes — inclusive Alzheimer. De facto, estas são apenas algumas das condições sérias de saúde que foram associadas a inflamação persistente de baixo nível.

A boa notícia é que tanto o CBD como a dieta cetogénica demonstram efeitos anti-inflamatórios. Eles podem partilhar inclusivamente um mecanismo de ação. Os **estudos descobriram que tanto o CBD como a cetose aparentam suprimir as citocinas, as proteínas que assinalam uma resposta inflamatória. A combinação de **suplementos de óleo de CBD com uma dieta cetogénica poderá ser uma mistura poderosa para a regulação imunitária, ajudando a acalmar a inflamação em excesso.
**estudos - https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0968089615000838
**suplementos de óleo de CBD - https://www.cibdol.com/cbd-supplements

Proteger o coração e a saúde cerebral

O combate à inflamação crónica é essencial para a saúde cardíaca e cerebral. Esta é uma área específica onde o CBD e a dieta cetogénica parecem ajudar-se mutuamente a sobressair.

Uma **análise de 2018 na revista Surgical Neurology International denota que o CBD reforça os níveis de adenosina neurotransmissora. O aumento da adenosina está associado à diminuição da inflamação, bem como a efeitos neuroprotetores. A **investigação também demonstrou o êxito do CBD na proteção das células endoteliais que estão alinhadas ao longo da artéria coronária. Explicando por outras palavras, o CBD demonstra resultados promissores no apoio quer da saúde cerebral quer da cardíaca.
**análise de 2018 - https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5938896/
**investigação - https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2228254/

Não esqueçamos a contribuição da dieta cetogénica. Os **estudos demonstraram que uma dieta cetogénica reduz o colesterol LDL "mau" enquanto aumenta o colesterol HDL, saudável para o coração. Segundo a investigação conduzida em modelos animais, também demonstra resultados promissores como um método de dieta para combater o Alzheimer.
**estudos - https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5452247/

De facto, tanto a dieta cetogénica como o CBD são considerados **terapias promissoras para o Alzheimer e a epilepsia resistente ao tratamento. A dieta cetogénica foi, na realidade, idealizada como um tratamento para a epilepsia. Apenas recentemente a dieta cetogénica se tornou popular na perda de peso e bem-estar, de forma mais geral.
**terapias promissoras - https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6200872/

O CBD consegue facilitar a transição para a dieta cetogénica?

Para os que estão a começar com a dieta cetogénica, o CBD pode inclusive ajudar a facilitar a sua transição para a cetose. Uma dieta cetogénica, em última instância, estabiliza os níveis de açúcar no sangue e reforça os níveis de energia. Contudo, isso não ocorre de imediato. Quando corta pela primeira vez nos hidratos de carbono, pode dar por si a sentir-se preguiçoso, irritadiço e, inclusive, com confusão mental. Isto deve-se ao facto de o seu corpo precisar de tempo para se adaptar. Ele está habituado a obter a energia da glucose e irá precisar de alguns dias para efetuar a transição para queimar gordura ao invés, permitindo que o seu corpo aumente a produção dessas cetonas energizantes.

O CBD foi estudado pelas suas **propriedades ansiolíticas. Ele pode ajudar a suavizar qualquer irritabilidade pela qual possa estar a passar enquanto inicia a sua dieta cetogénica. Os investigadores também observaram o potencial do CBD enquanto agente terapêutico para apoiar o sono. Devido aos seus efeitos no sistema endocanabinoide, o CBD pode ajudar a equilibrar o seu ciclo circadiano. Um estudo descobriu inclusive que o CBD aparenta **combater a sonolência diurna excessiva. Isto pode beneficiar qualquer um que sofra de fadiga diurna após realizar a transição para uma dieta cetogénica.
**propriedades ansiolíticas - https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6326553/
**combater a sonolência diurna excessiva - https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16844117

CBD e dieta cetogénica — um par promissor

Portanto, será que o CBD e a dieta cetogénica são um bom par? Certamente que parecem ser. Ambos foram estudados para efeitos muito similares e combiná-los poderá fornecer um reforço aos seus benefícios gerais. Dito isto, muita da investigação do CBD é preliminar. São necessários mais estudos para confirmar o seu verdadeiro potencial terapêutico. A boa notícia é que a maioria dos estudos atuais são muito promissores.

Se tiver dúvidas ou quaisquer condições de saúde pré-existentes, será uma boa ideia falar com o seu médico antes de alterar drasticamente a sua dieta ou de iniciar uma nova rotina de suplementos. Se não houver nada de errado, considere experimentar uma dieta cetogénica juntamente com um regime de **óleo de CBD. Juntamente com um estilo de vida ativo, estas simples alterações poderão ajudá-lo a sentir-se mais leve, mais revigorado e pronto para viver a vida em pleno.
**óleo de CBD - https://www.cibdol.com/cbd-oil

Registe-se e aproveite 10% de desconto na sua primeira compra

De que produto eu preciso?
As Seen On: