O que são os fitocanabinoides?

O que são os fitocanabinoides?

A planta da canábis produz centenas de constituintes químicos — desde canabinoides e terpenos até flavonoides e lípidos. Entre estes, os fitocanabinoides [phyto = grego (φυτό) para "planta"] são os mais singulares. Não são todos exclusivos da planta canábis, mas a espécie contém algumas das concentrações mais elevadas destes compostos.

Como estas moléculas são produzidas em plantas — e não no corpo humano ou num laboratório — são mencionadas como fitocanabinoides, doravante mencionados simplesmente como canabinoides. Os humanos utilizam os canabinoides há centenas de anos para vários fins — espiritual, terapêutico e recreativo.

Uma utilização tão prolongada e consistente reflete o quão valiosas estas moléculas são. A ciência moderna examinou e estimulou muitos canabinoides em busca de hipotéticos usos terapêuticos e industriais. Decorridas apenas algumas décadas de estudo, os investigadores identificaram mais de 100 canabinoides apenas na planta da canábis.

Apresentação dos canabinoides e do sistema endocanabinoide

Os estudos em células, animais e humanos descobriram, em parte, como é que estes químicos funcionam no corpo. A identificação do sistema endocanabinoide revela como os canabinoides podem imitar as moléculas reguladoras (endocanabinoides) produzidas nos nossos próprios corpos. Estas descobertas abriram o caminho para compreender como é que estas moléculas produzem os seus efeitos.

Talvez o canabinoide mais conhecido, o THC produz a moca psicoativa associada à marijuana. No entanto, os investigadores também descobriram que este canabinoide singular sustenta a promessa de suavizar as dores físicas, perturbações estomacais e fraco apetite.

A canábis também oferece muitos canabinoides não-psicoativos. Por exemplo, a investigação descobriu que o CBD produz um amplo conjunto de efeitos positivos no corpo. Devido a isto, o CBD tornou-se um suplemento extremamente popular, utilizado para apoiar a homeostase (equilíbrio interno).

O THC e o CBD são os canabinoides predominantes na maioria dos cultivares modernos. No entanto, há outros canabinoides menos abundantes que também demonstraram efeitos promissores no contexto das investigações efetuadas. O CBG, CBN, CBC, THCV, CBDV, entre outros, exibiram uma ampla gama de efeitos.

Os canabinoides também aparecem noutras plantas do reino vegetal. O apelidado "canabinoide dietético”, cariofileno — um terpeno também sintetizado na canábis — pode ser encontrado na pimenta preta, lúpulo, erva-cidreira, cravo-da-Índia e alecrim. O cariofileno é considerado um canabinoide porque interage com o recetor CB2 do sistema endocanabinoide. Os canabinoides que influenciam o outro principal recetor canabinoide, o CB1, estão presentes na Salvia divinorum, cenoura, kava, hepáticas neozelandesas e maca-peruana.

O que são os fitocanabinoides?

Como são produzidos os canabinoides?

As plantas produzem canabinoides como metabolitos secundários. Estes não estão diretamente envolvidos no crescimento, desenvolvimento ou reprodução. Ao invés, ajudam as plantas a sobreviver defendendo-as contra espécies de pragas e temperaturas extremas.

As plantas de canábis produzem canabinoides em pequeníssimas glândulas em forma de cogumelo, designadas por tricomas. Estas estruturas translúcidas também produzem outros metabolitos, tais como os aromáticos terpenos. A série de reações químicas que cria os canabinoides é designada como biossíntese do canabinoide.

O processo inicia-se quando a coenzima A e os ácidos gordos convergem. Isto dá lugar a uma série de reações químicas que formam eventualmente o CBGA e o CBGVA — dois dos principais precursores canabinoides. As reações enzimáticas convertem estas moléculas em diferentes canabinoides. Por exemplo, a sintase da enzima THCV transforma o CBGVA e CBGA em THCV. Em contraste, a sintase da enzima CBDA converte estas moléculas no CBDA.

Toda esta magia ocorre principalmente em flores de canábis visualmente deslumbrantes e aromaticamente aprazíveis. Eventualmente, os tricomas expelem canabinoides e outros metabolitos sob a forma de uma resina viscosa. Os produtores utilizam depois esta resina para produzirem um vasto conjunto de produtos, desde óleo e outros extratos até cristais e cosméticos.

Resumo sobre os canabinoides

Os canabinoides são metabolitos secundários encontrados na planta da canábis e em algumas outras espécies. Estes funcionam de forma a manter as plantas de canábis saudáveis, e a ciência também revelou o seu potencial terapêutico nos humanos. Até agora, só estudámos aprofundadamente um número reduzido destas moléculas interessantes. A investigação continuará a desenrolar-se para elucidar todo o valor da canábis e doutras plantas que produzem canabinoides.

De que produto eu preciso?
As Seen On: